Bem-vindo(a). Hoje é Alta Floresta - MT

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Soja Livre: seis cidades de Mato Grosso sediarão Dias de campo


Publicidade
Curta nossa página e receba notícias em primeira mão!
BOTÃO LIKE AQUI
Em 2014, a programação inicia em janeiro com o 2º Rally Soja Livre



Os organizadores do Programa Soja Livre definiram os municípios mato-grossenses que irão receber os Dias de Campo, que serão realizados no primeiro trimestre de 2014. Durante os encontros; os produtores rurais, técnicos, empresários do agronegócio e estudantes serão convidados a conhecer as cultivares convencionais e obter informações sobre mercado, sementes, negociação de grãos e outros temas relacionados à safra de soja. Tudo isso para garantir lavouras produtivas e rentáveis, além de promover o incentivo ao cultivo do grão não transgênico.

“Os programas de melhoramento estavam focando suas energia nos transgênicos, reduzindo os cultivares e o volume de sementes convencionais”, recorda Rodrigo Brogin, pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Soja da Área de Melhoramento. Entretanto, como determinados mercados consumidores apresentam rejeição ao grão geneticamente modificado, surgiu uma demanda hoje crescente pela soja convencional, cujas sementes não eram encontradas pelos produtores.



A partir desta dificuldade, a Embrapa foi procurada para desenvolver variedades de cultivares resistentes às principais doenças e nematoides, se tornando parceira do PSL junto com a Associação Brasileira de Produtores de Grãos Não Geneticamente Modificados (Abrange), a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado do Mato Grosso (Aprosoja) e a Cooperativa de Desenvolvimento Agrícola (Coodeagri).



No programa de melhoramento desenvolvido pela Embrapa e por outras detentoras as pesquisas são feitas através de parceria com as entidades do setor. Rodrigo Brogin explica que nas Unidades Demonstrativas (UD) são apresentadas aos produtores nos dias de campo informações de ciclo e produtividade. “Cada propriedade é uma (com características próprias) e tem um cultivar que se encaixa a necessidade de cada produtor. Existe um leque de opções e hoje a disponibilidade é maior do que é possível apresentar nas UD”.



Com sementes testadas e aprovadas, o PSL entra na sua 4ª edição no dia 25 de novembro, discutindo a ampliação da oferta de soja não transgênica com tecnologia e qualidade para atender mercados específicos, como o europeu, o japonês e o coreano. “O mercado percebeu que estava perdendo consumidor e surgiu o programa para trazer como pauta de discussão a soja convencional”, destaca o coordenador do Programa Soja Livre, Luis Artur Saraiva.



O lançamento marcado para a próxima semana abre a programação do Programa Soja Livre que terá continuidade em janeiro de 2014 com o 2º Rally Soja Livre, organizado pela Coodeagri, e os dias de campos nos municípios: Sorriso (25/01), Sinop (01/02), Nova Mutum (08/02), Deciolândia (15/02), Nova Xavantina (28/02 e 01/03) e Querência (08/03).



Agenda:



Lançamento: Programa Soja Livre


Data: 25 de novembro
Hora: às 19 horas.


Local: no Sindicato Rural de Sorriso (MT).

Bairro Bom Jesus, avenida
Marginal Esquerda, nº 1.415


Programação: Palestra “Como lucrar negociando Soja” com Liones Severo,
operador de Mercado de Commodities Agrícolas, Consultor e Analista de
Mercado e Administrador de Risco.


Por: Evania Costa / Assessoria
Soja Livre: seis cidades de Mato Grosso sediarão Dias de campo
 Soja Livre: seis cidades de Mato Grosso sediarão Dias de campo
 Reviewed by Alta Notícias on sexta-feira, novembro 22, 2013 Rating: 5

Deixe um comentário abaixo:

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Autor