Bem-vindo(a). Hoje é Alta Floresta - MT

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Com novo sistema de transporte intermunicipal, passagem de Alta Floresta a Cuiabá deve ficar abaixo de R$ 160,00

Publicidade

Com a entrega de novos ônibus que terão passagens mais baratas, o governador Pedro Taques, acompanhado do secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, lançou o novo Sistema de Transporte Intermunicipal de Mato Grosso. Taques assinou a ordem de serviço com a empresa vencedora das concessões de ônibus que atendem as linhas das regiões de Rondonópolis e Alta Floresta. O evento aconteceu ontem sexta-feira (12.01), na Rodoviária de Cuiabá.
“Este processo se arrasta desde 2007. Lá que foi assinado o termo de ajustamento de conduta com o Ministério Público Estadual. Nós resolvemos o problema e esta empresa precisa trabalhar porque existe espaço para todas. Na democracia e no capitalismo, a qualidade de serviço e o preço justo são o que contam”, disse o governador Pedro Taques.
Atualmente o valor da passagem entre Cuiabá e Alta Floresta é de R$ 223,05, a previsão é de que com o novo modelo a passagem entre as duas cidades fique em  R$ 159,20, uma diferença de R$ 63,85.
O secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, ressaltou que a redução do valor das passagens e a melhoria na qualidade dos ônibus é fruto do novo sistema de transporte intermunicipal que permitiu que empresas de diversas localidades do Brasil participassem do processo licitatório.
“As tarifas ficaram mais baratas e isto se consegue com a livre competição. Não podemos ter um mercado monopolizado, um mercado que é controlado por poucas empresas. Quando você faz uma licitação transparente, como foi a nossa, você traz empresas do Brasil inteiro, empresas que têm capital, que têm condições de atender melhor a população mato-grossense, que têm vontade de entrar e quando elas competem você tem o resultado que é o preço mais baixo”, explicou o secretário da Sinfra.
O Novo Sistema de Transporte Intermunicipal de Mato Grosso é resultado do trabalho em parceria realizado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos e Delegados (Ager). O preço final das novas passagens será oficializado em breve pela Ager. 
Os antigos contratos de concessões estão vencidos há quase 20 anos e as empresas não pagam a taxa de regulação à Ager. Agora, novas empresas, vencedoras das licitações devem assumir as linhas. A Secretaria disse que o Estado fará concessão pelo período de 20 anos.
O governo dividiu o sistema de transporte coletivo rodoviário em oito mercados (regiões), com duas categorias de serviços: uma básica e outra diferenciada, totalizando 16 lotes. O serviço diferenciado são as linhas diretas, que são as que atendem Rondonópolis e Alta Floresta. Já no serviço básico os ônibus fazem paradas em diversas localidades, conhecidos como “pinga-pinga”.
O diretor executivo da empresa Novo Horizonte, Isac Azevedo, que irá atuar nos mercados 2 (Rondonópolis) e 7 (Alta Floresta), comentou que a proposta da empresa é trazer qualidade com preços reduzidos. A Novo Horizonte está há 50 anos no mercado, possui 2.200 funcionários e atua em 13 estados. Para atuar em Mato Grosso, a empresa investiu na frota com 29 ônibus novos, gerando 200 novos empregos.
“A Novo Horizonte é uma empresa baiana que atua em 13 estados, inclusive em Mato Grosso. Estamos vindo aqui para atuar no intermunicipal nos mercados de Alta Floresta e Rondonópolis. A nossa proposta é trazer uma qualidade boa com tarifas reduzidas. São ônibus de dois andares, com wi-fi, carregadores de USB nas poltronas e o preço é o grande diferencial”, comentou o diretor executivo da empresa Novo Horizonte.
Com as concessões dos oitos mercados, o Estado pretende arrecadar cerca de R$ 200 milhões em outorgas. Na assinatura do contrato, a empresa Novo Horizonte desembolsou a primeira parcela da outorga no valor de R$ 7 milhões. Para atuar nos dois mercados ela deverá desembolsar cerca de R$ 30 milhões.
Fonte: Sinfra MT
Com novo sistema de transporte intermunicipal, passagem de Alta Floresta a Cuiabá deve ficar abaixo de R$ 160,00 Com novo sistema de transporte intermunicipal, passagem de Alta Floresta a Cuiabá deve ficar abaixo de R$ 160,00 Reviewed by Alta Comunicação e Marketing Alta CM on domingo, janeiro 14, 2018 Rating: 5

Deixe um comentário abaixo:

Publicidade

ANUNCIO

Publicidade

Autor