Bem-vindo(a). Hoje é Alta Floresta - MT

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Polícia prende golpista que recrutou empregados para empresa fantasma em Alta Floresta

Publicidade

A Polícia Civil em Jaú prendeu ontem de manhã Fabrício Gomes Morais, 42 anos, acusado de estelionato. A operação do Setor de Investigações Gerais (SIG) cumpriu mandado de prisão emitido pela Justiça de Ribeirão Preto em desfavor do acusado. Sobre ele pesam diversas acusações de estelionato, fraudes e calotes.

A polícia foi acionada porque Morais teria se hospedado em Jaú e deixado o hotel, sete dias depois, sem pagar pela hospedagem. Segundo o delegado Antonio Ângelo Meneghel, ele estava morando com uma namorada, no Jardim Orlando Ometto, onde foi preso.

Em 2011, ele já havia sido preso em Araraquara, após se valer de três identidades falsas – delegado, advogado e até a de um padre. Fiéis perceberam que havia algo estranho porque Morais teria errado trechos de uma missa. Na época, ele já respondia a oito processos criminais.

Em 2015, o acusado foi preso em Santarém (PA), após se passar por dono de uma agência de turismo de São Paulo, e em Alta Floresta (MT), por recrutar mais de 60 empregados para uma empresa de mentira.

Em Jaú, o calote não se resumiu aos R$ 350 devidos ao hotel. Morais teria feito uma pré-compra de R$ 77 mil em uma loja de móveis, que seriam pagos em agosto – quando ele supostamente se casaria com a namorada.

(JGD)
Polícia prende golpista que recrutou empregados para empresa fantasma em Alta Floresta Polícia prende golpista que recrutou empregados para empresa fantasma em Alta Floresta Reviewed by Alta Comunicação e Marketing Alta CM on sábado, julho 14, 2018 Rating: 5

Deixe um comentário abaixo:

Publicidade

ANUNCIO

Publicidade

Autor