Bem-vindo(a). Hoje é Alta Floresta - MT

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Menina que atirou contra garimpeiro presta depoimento à Polícia e relata que ele fazia ameaças

Publicidade
Alta Floresta: menor que efetuou disparo contra garimpeiro presta depoimento à Polícia Civil


A Polícia Civil de Alta Floresta ouviu nesta semana a menor de 12 anos que efetuou disparo de arma de fogo contra um garimpeiro de 27 anos, que teria entrado na propriedade onde ela reside, uma área de mineração.

O Delegado Vinicius Nazário cedeu entrevista e relatou detalhes sobre o depoimento colhido.

Conforme o delegado, a menor informou que antes do dia em que houve o disparo, o rapaz alvejado já havia discutido com o pai dela, inclusive com ameaças.

Neste dia, o pai da menina teria solicitado ao rapaz alvejado que ele não passasse pela porteira que dá acesso a residência e que usasse outro caminho para chegar até ao barraco onde ficava.

“Existem dois acessos ao imóvel, ele entrou pelo acesso da casa (onde mora a menor), quando ele poderia entrar por um outro acesso que não passaria pela casa da menina”, disse o delegado.

Na oitiva, a menor ainda relatou que quando o rapaz chegou ao local, ficou aborrecido que a porteira estava fechada, ofendeu a menina, ameaçou ela.

“Chegando a usar a frase de que o pai dela estava se achando demais, querendo mandar no local, dizendo que gente que se acha muito morre”, detalhou o delegado.

Após a menor entrou na residência, onde também estava a irmã de 21 anos, pegou a arma com medo de algo pudesse ocorrer.

O homem então desceu até o barranco, onde tomou banho e ficou por cerca de 30 minutos, ao retornar passou novamente pela casa. A menina saiu do imóvel com a arma em mãos e com medo de algo pudesse acontecer.

“Quando ela saiu com a espingarda nas mãos, segundo versão dela, o cidadão começou a questionar o porquê ela estava com aquela espingarda, ela justificou que era para se defender de bichos”, disse Dr. Vinicius em entrevista ao repórter Abraão Lincoln, da Rádio Progresso.

Em seguida o rapaz teria dito que poderia tomar a arma dela e matava ela e a irmã. “Ele falou para ela tomar cuidado, senão tomava aquela espingarda e matava ela e a irmã, em dado momento o rapaz fez menção que iria descer da moto, ela se assustou e efetuou o disparo”, pontuou.

O delegado disse ainda em entrevista que a menina disse ter efetuado o disparo, mas sem a intenção de alvejar o rapaz, ao ver que tinha o atingido, correu para dentro de casa.

Segundo investigação, mesmo após ferido, o rapaz foi até a um bar, encontrou o pai e a mãe da menina, tentou agredir o pai da menina.

Após isso, eles (casal), ficaram receosos dele voltar e saíram do local. A Polícia Civil foi ao local onde ocorreu o fato e os investigadores apuraram que o depoimento é condizente com o que ocorreu.

O Delegado Vinícius Nazário relatou que o rapaz já foi ouvido e deve voltar a prestar depoimento, além disso, outras pessoas devem ser chamadas para depor.

O inquérito será conduzido pelo delegado Pablo Carneiro.

Menina que atirou contra garimpeiro presta depoimento à Polícia e relata que ele fazia ameaças Menina que atirou contra garimpeiro presta depoimento à Polícia e relata que ele fazia ameaças Reviewed by Jornal Alta Notícias on sábado, outubro 05, 2019 Rating: 5

Deixe um comentário abaixo:

Publicidade

ANUNCIO AQUI

Publicidade

Autor